Nós ligamos para você!

Enviado com sucesso! Ligaremos em instantes.

Televendas: 0800 007 0017 | WhatsApp: (41) 9 9635-8261

Carta de Correção Eletrônica

Cometeu algum erro na hora de emitir uma Nota Fiscal? Com a carta de correção eletrônica do sistema VHSYS você consegue reverter esse problema rapidamente. Ainda poderá imprimir a carta ou enviar por e-mail e mais.

ou contrate agora!

Com a funcionalidade de carta de correção você corrige equívocos cometidos na hora de emitir nota fiscal

Por mais que tenhamos cuidado e atenção ao preencher documentos importantes, acidentes e enganos acontecem. Isso inclui o preenchimento de uma nota fiscal eletrônica; dificilmente a preenchemos com displicência e ainda assim erros ocorrem. Considerada a nossa falibilidade, não seria justo que todo engano cometido neste caso fosse permanente e acarretasse prejuízos. Para isso existe a Carta de Correção Eletrônica (CC-e); um documento totalmente digital, assim como a NF-e, para retificar dados imprecisos em documentos fiscais. O formato digital da carta é obrigatório desde 1º de julho de 2012 como forma de substituir de maneira satisfatória o uso dos antigos formulários de correção em papel.

Correção em poucos passos

Correção em poucos passos

Todo mundo comete erros, certo? Para não gerar problemas futuros é necessário uma forma eficaz e rápida de corrigir problemas, principalmente, relacionados à geração de NFs com erros. Por isso, o VHSYS conta com um gerador de cartas de correção eletrônica que pode ser configurado e enviado de maneira ágil, evitando prejuízos.

Imprima a carta de correção ou envie por e-mail

Imprima a carta de correção ou envie por e-mail

Após gerar a carta de correção eletrônica, você poderá enviá-la da maneira que desejar, seja impresso a partir da opção para imprimir a carta ou de maneira online via e-mail. As opções estarão disponíveis logo após gerá-la.

Informações referentes à NF-e

Informações referentes à NF-e

Para criar a carta de correção através do sistema de gestão do VHSYS é muito simples! Basta informar a Chave NF-e, numeração da carta e a correção que deve ser feita. Após preencher, basta clicar em confirmar e o sistema gerará a carta de maneira automática.

Emissão de nota fiscal

Emissão de nota fiscal

A emissão de nota fiscal é fundamental para manter a gestão do seu negócio e garantir a legalidade de seus produtos ou serviços. É de extrema importância que você tenha um emissor eficiente para fazer a emissão de suas notas fiscais.


Onde encontrar a Carta de Correção de Notas Fiscais Eletrônica

O serviço de gestão da VHSYS já conta com um gerador de CC-a para qualquer eventualidade, o que pode poupar muito tempo e trabalho por parte do empreendedor. A impressão de uma CC-e não é obrigatória, mas pode ser útil para quem recebe a nota ou para o profissional encarregado do envio e transporte de um produto com nota retificada. O procedimento de correção pode ser feito até 30 dias após a emissão, de acordo com a Nota Técnica 2011.004. O primeiro passo é selecionar a nota a ser corrigida; em programas de emissão basta abrir a nota em questão e procurar a opção CC-e. A carta em si é visualizada ao se abrir a o documento retificado, pois a carta passa a fazer parte da nota permanentemente. Qualquer pessoa que tenha acesso à NF-e corrigida acessa também a carta no portal da Nota Fiscal Eletrônica.

Como utilizar a carta de correção de Notas Fiscais

O preenchimento consiste escrever um texto explicando o erro ocorrido e quais as correções necessárias no campo específico para esse fim dentro da CC-e. Esse texto deve ser o mais claro, objetivo e direto possível para facilitar todo o processo. Deve ter entre 15 e 1000 caracteres, sem o uso de acentos ou caracteres especiais. Em outras palavras, é preciso descrever por extenso de maneira sucinta o que é preciso ser corrigido e o motivo. Então o documento precisa ser assinado digitalmente usando a certificação digital válida da empresa, assim como o CNPJ para garantir sua legitimidade. Essa assinatura é feita automaticamente pelo emissor VHSYS. E carta então deve ser encaminhada para o órgão local responsável pela administração tributária. Se forem encontrados mais erros que não constavam de uma CC-e já emitida, é possível fazer mais de uma correção. De fato, são permitidas até 20 Cartas de Correção para a mesma NF-e. Contudo, cada nova carta deve conter de maneira sucinta um resumo de todas as informações anteriores, pois só a última CC-e passa a ter validade.

O que pode ser corrigido

Entretanto, a Carta de Correção Eletrônica não pode corrigir tudo. As correções são delimitadas pelo que determina a cláusula 14ª-A do ajuste SINIEF 17/2016. Portanto, não é possível usar a carta para fazer correções que:

-Alterações que afetem o valor total da NF-e

-Valores de imposto -Informações que modifiquem o cálculo do imposto

-Dados da mercadoria que modifique os tributos a serem recolhidos

-Modificar data de forma que afete o cálculo do ICMS no período.

-Mudar totalmente o nome do emitente ou do destinatário

Em suma, não é possível modificar nenhum dado na nota que tenha impacto no imposto a ser recolhido. Também não podem ser feitas correção de notas fiscais eletrônicas de produtos que já foram enviados ao cliente. Tais regulamentos existem para evitar fraudes fiscais pelo uso na CC-e com vistas a sonegar valores a serem recolhidos. Desde que mantidos esses parâmetros, são permitidas uma série de correções na nota fiscal eletrônica, como:

-Endereço do destinatário da nota

-Razão Social do destinatário

-Código de situação tributária

-Natureza da Operação (CFOP)

-Peso, quantidade

-Datas de emissão da NF-e e envio de produto

-Dados do transportador

Caso os dados incorretos não possam ser alterados de acordo com as regras da CC-e, então é necessário o cancelamento da nota. O responsável por pela emissão tem até 24 horas para fazer um cancelamento após o horário da emissão. Passado esse período, o empreendedor terá de tomar outras providências, como emitir uma nota fiscal de estorno, por exemplo. Após cancelada a nota não pode mais ser recuperada, portanto é importante ficar atendo na conferência dos dados.

Conferindo o andamento do pedido de correção

O sistema de gestão da VHSYS te permite gerar a carta assim que a NF-e for emitida, unindo-as automaticamente. Além disso, ao visualizar uma nota no portal da Nota Fiscal Eletrônica, o usuário deverá ser capaz de visualizar a correção juntamente com o documento fiscal original. Acessando a aba Serviços, e depois Consultar NF-e completa. Então deve aparecer uma tabela onde conste a Carta de Correção Eletrônica.

Exemplos de como escrever no preenchimento de uma CC-e

“O peso do produto <X> foi alterado de 6kg para 7kg”

“No campo <1>, onde consta na nota o valor <x>, leia-se <y>”

“Os seguintes dados faltantes foram adicionados:”

“A informação errônea no campo <x> deve ser retificada para <z>”

“O dado correto relativo a <X> É <Y>, e não <z> como consta na nota”

A Carta de Correção Eletrônica é realmente imprescindível na rotina de um empreendimento. Mas como ela possui uma série de regras para a sua utilização correta, é importante conhecer a legislação vigente no que concerne sua utilização. É também recomendável a adesão à serviços de emissão de NF-e que já contem com a funcionalidade de CC-e, tendo em vista a facilidade que essa ferramenta traz ao empreendedor.


FECHAR

VHSYS - Sistema de Gestão Empresarial

Contrate o plano anual e evolua a gestão de sua empresa com esse super desconto

ASSINE JÁ EXPERIMENTE GRÁTIS