Carta de correção eletrônica

Encontrou erros após emitir a nota fiscal? Utilize a carta de correção eletrônica (CC-e) do sistema vhsys e ganhe tempo!
Veja como funciona

Todo erro deve ser corrigido rapidamente, até mesmo os erros na emissão de nota fiscal

O que é e para que serve a carta de correção?

Como o próprio nome diz, a carta de correção é um documento que serve para corrigir erros cometidos na emissão de uma nota fiscal eletrônica. Vale lembrar que esse documento é totalmente online e não corrige todos os erros, apenas os principais, como: código CFOP, código de situação tributária, peso, data, razão social, entre outros.

Indicação de como gerar carta de correção eletrônica na tela de notas fiscais emitidas do sistema vhsys

Correção em três passos

Com o sistema vhsys você emite uma CC-e em poucos cliques e o envio para a receita é feita automaticamente. Basta seguir os seguinte passos:

  • Informar a chave de acesso da NF-e (já aparecerá preenchida)
  • Informar a numeração da carta
  • Descrever de forma sucinta a correção

Depois é só clicar em “salvar” e pronto. O próprio sistema faz o envio da correção para o órgão local responsável pela administração tributária.

Tela de emissão de carta de correção eletrônica do sistema vhsys

Vantagens do vhsys para transformar
o seu jeito de trabalhar:

[object Object]

Certificado Digital Grátis
no plano anual

Para fazer a emissão da NF, você precisa de um certificado digital. Com o vhsys, o certificado está incluso na assinatura do plano anual. Confira regulamento.

[object Object]

Módulos
objetivos

Os módulos do vhsys foram desenvolvidos de forma objetiva e você pode usar o sistema com funcionalidades de acordo com o ajuste Sinief.

[object Object]

Imprima ou envie
por e-mail

Ganhe tempo imprimindo ou enviando por e-mail a carta de correção eletrônica em uma só ferramenta.

[object Object]

Baixe o
XML

Temos um software completo para você emitir todos os tipos de notas fiscais e ainda baixar o XML.

Veja como usar a carta de correção com o vhsys é fácil

Confira os erros que a CC-e pode corrigir:

Com o sistema vhsys você emite uma CC-e em poucos cliques e o envio para a receita é feita automaticamente. Basta seguir os seguinte passos:

  • Código Fiscal de Operação e Prestação (CFOP);
  • Código de Situação Tributária (CST);
  • Peso, volume e acondicionamento do item;
  • Data de saída;
  • Dados do transportador e endereço do destinatário;
  • Razão social do destinatário;
  • Inserir ou alterar dados adicionais.

Tela de emissão de nota fiscal eletrônica do sistema vhsys
alt

Opte por um sistema para emissão de nota fiscal que facilita o seu dia a dia.
Emita todos os tipos de NF-e a partir de por mês.

Tire suas dúvidas

Onde encontrar a carta de correção de notas fiscais eletrônica?

O sistema vhsys disponibiliza o módulo com a carta de correção eletrônica de forma fácil e prática. A impressão de uma CC-e não é obrigatória, mas pode ser útil para quem recebe a nota ou para o profissional encarregado do envio e transporte de um produto com a nota retificada. O procedimento de correção pode ser feito em até 30 dias após a emissão, de acordo com a nota técnica 2011.004. O primeiro passo é selecionar a nota a ser corrigida através de um programa de emissão, então, basta abrir a nota desejada e procurar a opção CC-e. As notas podem ser acompanhadas pelo portal da nota fiscal eletrônica.

Como utilizar a carta de correção eletrônica?
Você deve prestar atenção, principalmente, em apontar o erro ocorrido e descrever o que deverá ser corrigido, de forma clara e objetiva. O texto deve ter entre 15 e 1000 caracteres, sem o uso de acentos ou caracteres especiais. Após, o documento precisa ser assinado digitalmente usando a certificação digital da empresa e o CNPJ. Você pode obter a certificação digital automaticamente com o vhsys. A seguir, a carta tem que ser encaminhada pela internet para o órgão responsável. Se forem encontrados mais erros que não constavam em uma CC-e já emitida, é possível fazer mais de uma retificação. Pelas regras federais, são permitidas até 20 cartas de correção para a mesma NF-e. Cada nova carta deve conter uma pequena descrição com todas as informações anteriores, pois só a última CC-e passa a ter validade.
O que pode ser corrigido com a carta de correção eletrônica?
  • Código Fiscal de Operação e Prestação (CFOP), porém, sem alterar a natureza dos impostos;
  • Código de Situação Tributária (CST), se não houver ajuste de valores fiscais;
  • Peso, volume, acondicionamento do item, sem que interfira na quantidade faturada do produto;
  • Data de saída, sendo no mesmo período de apuração do ICMS;
  • Dados do transportador e endereço do destinatário, desde que a alteração seja parcial;
  • Razão social do destinatário;
  • Inserir dados adicionais, como transportadora, nome do vendedor ou número do pedido.
Qual o prazo para o cancelamento da nota fiscal?
Caso os dados incorretos não possam ser alterados de acordo com as regras da carta de correção eletrônica, será necessário o cancelamento da nota. O responsável pelo lançamento tem até 24 horas para fazer um cancelamento após o horário da emissão. Passado esse período, o empreendedor terá que emitir uma nota fiscal de estorno, todavia, a nota cancelada não pode ser recuperada. Sempre que houver dúvidas sobre o assunto, você pode recorrer ao seu contador para que ele possa orientá-lo da melhor forma.
O que não pode ser corrigido pela carta de correção eletrônica?
Não é permitida que a carta de correção eletrônica corrija tudo. As retificações são delimitadas pelo que determina a cláusula 14ª-A do ajuste Sinief 17/2016. Não é possível usar a carta de correção para:
  • Alterações que afetem o valor total da NF-e;
  • Valores de imposto e informações que modifiquem o cálculo do imposto;
  • Dados da mercadoria que modifique os tributos a serem recolhidos;
  • Modificar a data de forma que afete o cálculo do ICMS no período;
  • Mudar totalmente o nome do emitente ou do destinatário;
  • Correção de notas fiscais eletrônicas de produtos que já foram enviados ao cliente.
Como conferir o pedido de correção da nota fiscal?
O sistema de gestão vhsys permite gerar a carta assim que a NF-e for emitida, unindo-as automaticamente. Ao visualizar uma nota no portal da nota fiscal eletrônica, o usuário pode conferir a correção juntamente com o documento fiscal original acessando a aba de serviços, e depois consultar a NF-e completa, logo após, deve aparecer uma tabela onde conste a carta de correção eletrônica.
Exemplos de como escrever a carta de correção eletrônica:
  • “O peso do produto X foi alterado de 6 kg para 7 kg”;
  • “No campo 1, onde consta na nota o valor X, lê-se Y”;
  • “Os seguintes dados faltantes foram adicionados”;
  • “A informação errônea no campo X deve ser retificada para Z”;
  • “O dado correto relativo a X é Y, e não Z como consta na nota”.
Posso usar alguma carta de correção em papel?
É importante conhecer a legislação vigente sobre a carta de correção eletrônica. O formato digital da carta é obrigatório desde 1º de julho de 2012, visando substituir o uso dos antigos formulários de correção em papel.